domingo, 3 de outubro de 2010

Podiam ser as minhas palavras.

"É um livro extremamente interessante e complexo. E já perdi a conta às páginas que o completam. É um livro que contém várias personagens, vários tipos de sentimentos e de aventuras, é um livro que é demasiado bom para ser partilhado. Todos os dias concentro-me de tal maneira na sua escrita que me esqueço de lhe dar nome (...) Ficamo-nos apenas pelo 'livro'. Na verdade é mais que isso, é a minha vida (...)"*


Este post complementa este que escrevi há alguns meses no meu outro blog. Só assim é que terá um valor completo, uma maior compreensão.

11 comentários:

  1. Já tive oportunidade de observar o dito post, ambos se complementam na perfeição. Com o que escrevi quis passar essa mesma mensagem, e que o livro da minha vida tem mais interesse que outro qualquer. Quis também desvalorizar um bocadinho qualquer outra obra e dar mais importância á 'da minha vida'.

    ResponderEliminar
  2. AHAH, já está, não ficou nada de especial.

    ResponderEliminar
  3. Oh, a sério que não percebo porquê o.o

    ResponderEliminar
  4. Quando eu fizer um próximo post, vês :b

    ResponderEliminar
  5. OBRIGADA NÁDIA !
    tipo o que quis dizer, foi que o sinto comigo, mesmo ele naquele momento nao estar fisicamente !
    Que post*

    ResponderEliminar

Expressa-te.